Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Livros da Mãe

Uma tradutora partilha o que anda a ler

Livros da Mãe

Uma tradutora partilha o que anda a ler

02
Abr19

E agora... Silêncio

Rita

Silêncio na Era do Ruído - Erling Kagge

 

Silencio.jpg

 

O autor deste pequeno livro é o explorador norueguês Erling Kagge. A descrição de tudo o que ele já fez em 56 anos de vida deixa-nos quase sem folego - para além de autor, é explorador (foi o primeiro homem a alcançar os «três polos»: Polo Norte, Polo Sul e o pico do Evereste), montanhista, fundador de uma das editoras mais influentes na Noruega e colecionador de arte. Já escreveu acerca de todas estas facetas da sua vida mas, neste livro, fala acerca do silêncio e da importância dele nos (ruidosos) dias de hoje.

 

Quando li a descrição do livro, fiquei curiosa. Um livro inteiro acerca de… silêncio? Pensei que talvez fossem mais reflexões acerca das suas viagens por locais remotos e inabitados. De facto, ele fala um pouco acerca das suas viagens e de como explorar áreas inabitadas do mundo, sem dizer uma única palavra durante semanas lhe deu uma perspetiva única acerca deste assunto. No entanto, o livro é mais do que isso.

 

Mas então o que há para dizer acerca do silêncio? Que ele é importante, até na música. Que nós, humanos, temos medo dele e isto não é algo dos dias de hoje. Aparentemente tanto que num estudo feito por uma universidade americana, constatou-se que vários participantes preferiam receber choques elétricos dolorosos (um participante chegou mesmo a administrar-se centenas de choques elétricos de seguida…) a ficarem numa sala vazia, apenas a pensarem durante 15 minutos. Que a nossa capacidade de viver com o silêncio tem vindo a diminuir com o passar do tempo. Que queremos ter sempre barulho à nossa volta para evitarmos pensar acerca da nossa vida.

 

Foi uma leitura interessante porque mesmo já tendo terminado o livro há algumas semanas, ainda hoje dou por mim a pensar nele. Enquanto lia o livro, tive de parar várias vezes para pensar um pouco acerca das ideias que o autor apresentava. Todos achamos que temos algum nível de controlo sob o ritmo frenético da vida moderna mas será que temos? Será que, de vez em quando, não nos escondemos por trás de ruído / animação / estímulo para não estarmos sozinhos a enfrentar os nossos monstros?

 

 

 

 

 

Ofereceria este livro a: interessados em Mindfulness - não tendo sido pensado como um livro acerca deste tema, as reflexões que o autor nos coloca levam-nos a pensar em como viver vidas mais equilibradas e em paz.

4 comentários

Comentar post